Guerreiras Mágicas de Rayearth ~ volume 6

Enfim, o fim…
As meninas escolheram o seu destino e estão prontas pra mudar o mundo.

IMPRESSÕES:

volume 6 de Guerreiras Mágicas de Rayearth (魔法騎士レイアース2)

Guerreiras_Mágicas_de_Rayearth-fase2_6Nem preciso dizer que atas confusões e mil e uma aventuras lhe esperam no último volume, né? Resumindo de forma marota o volume 6 sem dar muitos spoiler, bem isso se dá pra dar spoiler de uma  obra finalizada em 1996, com anime e games pra dar e vender….

Assim mesmo, bem, de um lado temos Hikaru desmaiada e por outro temos Eagle quase em coma… Obviamente, se eles não acordassem logo seria muito anti-clímax, então logo nas primeiras páginas eles acordam, lembrando um do outro, mas não dura muito e já temos tipo uma conferência entre as nações invasoras, tipo “ah vamos ser diplomáticos aqui, quem realmente tá precisando de Cerifo e está disposto a doar sua vida para isso?”, mas diplomacia não leva a lugar nenhum porque mesmo entendendo que não vai rolar ser o Pilar todo mundo decide chegar a Cerido de qualquer maneira…

Pausa para Mokona casamenteiro determinar um passeio entre casais, aquela coisa encontro em grupo, cada um em seu quadrado, bom no caso cada um em seu transporte mágico, um oferecimento Mokona porque tudo cabe dentro dele. Então, Ascot e Umi, Ferio e Fuu, e claro, obvio e evidente Hikaru e Lantis, ok, Mokona vai com eles mas né? Casais montados.

Voltando a batalha, tá alí todo mundo lutando com todo mundo e o criador do universo resolve se pronunciar: “hum.. você não serve, você muito menos, e você também não…. e você… hum, pode rolar! Opa, e você também, venham comigo…”. Os com o coração mais forte são escolhidos, separados do resto pra lutar pelo Pilar e assim surge o novo Pilar de Cerifo que já chega  mudando as regras do jogo ┻━┻ ︵ ¯\(ツ)/¯ e dizendo “opa péra aí, aqui agora é oba oba, pode tudo, porque assim é mais legal”. 

Enfim, as meninas agora podem ir e vir, Cerifo a Tóquio, quando bem entenderem, todo mundo vive junto e feliz, temos um casal firme e forte, olhando para a Fuu, um casal ainda longe de se concretizar, Umi estou olhando pra você,  e um casal que, bem, então… esse vai dar trabalho pois Hikaru, praticante do amor livre quer casar não com um, mas com dois, quer ser feliz não com um mas com todo mundo, vai que cola? 

E assim acaba a saga das Guerreiras Mágicas de Rayearth (não consigo dizer esse nome sem cantar como na abertura do anime, desculpa), uma mangá super corrido, cheio de história, que deixa uma vontade de saber um pouquinho mais sobre o que aconteceu depois do fim, de ver mais das histórias paralelas, de estar um tempinho mais dentro desse mundo de aventuras e fantasia. Só fiquei encucada com o fato de nunca mostrar o povo de Cerifo… Assim, toda hora fala “temos que salvar o povo de Cerifo”, todavia nenhum figurante aparece pra dar a noção de povo… em momento algum… desconfio que só existam aqueles que nos foram apresentados em Cerifo… só acho rsrsrsrsrs.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s